segunda-feira, 1 de junho de 2015

Aprender Mobile marketing - Parte 1


"Internet móvel bate recordes" -  "Há 5,2 milhões de smartphones com banda larga móvel" -  "Pacotes de comunicações com mais procura".

Se está atento ao mercado, já leu estas noticias. Se ainda não pensou que este é o caminho certo para a sua empresa, antes de continuar a ler, pense qual foi a última vez que saiu de casa sem o seu telemóvel.

No Mobile marketing, inovamos e nos diferenciamos com recurso a um smartphone ou tablet, para estarmos junto dos potenciais clientes/clientes. Ficamos de tal forma perto, que provavelmente pode ter potenciais clientes deitados nas suas camas a um Domingo e a ver os seus produtos e/ou serviços, tirando a televisão, que de outra forma lhe chegava, mesmo nos momentos que à uns anos nem imaginávamos ser possível?

Os equipamentos
Nos dias de hoje é possível adquirir smartphones a partir dos 49 Euros, o que foi e é uma das razões para a proliferação destes equipamentos. Se antes a principal razão era permitir receber e efectuar chamadas telefónicas, neste momento a prioridade dos smartphones é facilitar a utilização da internet e consequentemente a rápida consulta e publicação nas redes sociais.

Wi-fi
Nos dias de hoje, qualquer café, loja, outros estabelecimentos comerciais, oferecem até como complemento aos seus serviços e de forma gratuita, o acesso à internet (mais uma forma para tentarem garantir que os clientes, não vão para a concorrência). É relativamente fácil aceder à internet estando onde esteja, até numa viagem no expresso, por exemplo.

Ligação de dados
Mesmo num sitio sem wi-fi, já nos é permitido aceder à internet através da nossa operadora, que passou de preços proibitivos, para pacotes de dados de valor fixo e mais acessíveis.  

Site Mobile
Talvez devesse ter indicado logo no inicio, sem um site responsive, nem se meta ao caminho. Não tem? Fazer 1 de imediato...

Anúncios online
Ok, tudo pronto para começar, como fazemos para chegar às massas? Ainda se lembra se costuma ler os meus artigos que se o Google é o ponto inicial de procura do seu produto ou serviço, terá também depois o Facebook para fazer de âncora e reter os seus clientes/potenciais clientes. Assim, a forma de publicitar terá obrigatoriamente de ser diferente.

SMS Marketing
A forma mais fácil, acessível e popular de comunicar. Além de "gratuitas", estamos a falar num universo de mais de 27 milhões de sms, que são enviadas por ano em Portugal.
Sabemos que ao enviar uma SMS, está é lida num tempo máximo de 3 minutos (média) após o envio. Se pensarmos, quem de nos ao receber uma sms, mesmo de um número que não seja da nossa lista, não a lemos de imediato?

O essencial para a elaboração de uma campanha
  • Limite de 160 caracteres
  • Número para lhe ligarem de volta
  • Apontar para um "site mobile"
  • Conteúdo da página ligado à sms enviada
  • Use abreviaturas (com muito cuidado)
  • Usar pontuação
  • Url o mais curto possível
  • Testes e mais testes, antes do envio (com smartphones Android e IOS)

Código QR
Permite visitarmos a página web apenas digitalizando a imagem a 2 dimensões, em detrimento de termos de introduzir manualmente. Muito útil para colocar nos seus produtos físicos ou em publicações off-line.

Outros
Ainda podia falar no bluetooth, nas notificações, no LBS, nas MMS, mas e é a minha opinião, como não acredito por várias razões na utilização destas soluções a nível empresarial, não as vou explicar.

No próximo artigo, vou explorar como fazer campanhas no mobile marketing de forma mais completa, que ferramentas pagas ou gratuitas usar, casos de sucesso.

Fiquem atentos, vendam muito e sejam felizes...


Artigo relacionado 
Aprender Mobile marketing - Parte 2