segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Aprender a vender - A emoção e o sentido das coisas


Uma característica essencial que os entusiastas de um passatempo possuem e que muitas pessoas não têm em relação ao seu trabalho é o envolvimento emocional. Se o seu passatempo for um desporto ao ar livre, como BTT, não haverá nada mais estimulante do que os cumes das montanhas ao nascer do sol ou "voar" montanha abaixo a grande velocidade.

Não se trata apenas de uma experiência física: está embutida de emoção.

A partir do momento em que marca uma actividade desta, esta passa a ser o centro da sua vida, enchendo-o de alegria sempre que pensa nisso. Concentre-se em planear cada detalhe para que o resultado seja perfeito. Passa o seu tempo a pensar na próxima oportunidade de uma saída com o seu grupo. Quando pensa nas suas actividades de BTT, sente uma agitação emocional.

Claro que esta actividade exige um grande esforço emocional e físico, e se for no trabalho?

Muitas vezes falta às pessoas esse envolvimento emocional com o seu trabalho. É comum as pessoas desiludidas ficarem alheadas do que se passa no seu ambiente de trabalho. Tornam-se observadoras desinteressadas. Não se associam às actividades sociais da empresa e não interagem muito com os colegas.

Ora vamos lá explicar de forma simples, sucinta e directa, como e porquê deste texto:

Não perca amanhã, a continuação...

Artigo: A emoção e sentido das coisas - Final