terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

10 mandamentos do marketing de vinhos para criar uma marca de sucesso


Vinho e marca são coisas diferentes. O vinho é o produto dentro da garrafa, a marca é o conjunto de impressões na mente do cliente, que levam à compra (ou não). Imprimir uma marca na memória das pessoas não é fácil: exige comunicar com consistência e persistência. Resista à tentação de pensar na marca só para cumprir objetivos de curto prazo, como o lançamento de uma nova colheita, uma feira ou promoção: guie-se por estes princípios bebidos da prática.
1 – Conheça bem o seu vinho (como se fosse a pela primeira vez)
Existem mais de 30 mil produtores de vinho em Portugal (imagine no mundo). Com tantos concorrentes, destacar-se no mercado é um dos maiores desafios que irá enfrentar. Castas, sabor, vinificação, enólogo, história, preço: identifique o que pode tornar o seu vinho único.
II – Estude o mercado e a concorrência
Estude o mercado onde vai estar, a concorrência e os potenciais clientes, para saber como deve posicionar-se de forma atraente em termos de produto (o perfil do vinho), de preço (segmento onde se enquadra) e de imagem perante os potenciais clientes.
III – Procure um nicho que possa liderar
O sucesso duradouro resulta da capacidade de criar um nicho de mercado inexplorado onde a sua marca é livre para crescer, sem concorrentes.  Descubra (ou crie) um nicho de mercado consentâneo com o seu vinho, que possa liderar: seja pelo perfil de vinho, história, preço...
IV – Resuma a sua essência num texto curto
Escreva ou peça a um copywriter para resumir a sua essência num texto curto e original. Uma mensagem curta e clara é a base para comunicar de forma focada e coerente. Fica na memória e estabelece a sua “voz” em toda comunicação: nos rótulos, website e muitas outras peças.
V – Ligue-se a um designer experiente
Criar a imagem da marca, desde o logotipo aos rótulos, parece simples mas é mais complicado. Como uma tatuagem, tem de ser bem pensada para passar a mensagem certa ao consumidor, durante anos. Escolha um designer cujo trabalho lhe agrade para acompanhá-lo nesta aventura.
VI – Mantenha-se fiel à sua marca
Manter a consistência é fundamental. Quer se trate de design ou do texto, nos vários meios, cada peça deve respeitar o espírito da marca, embora de forma criativa para chamar a atenção. Se o alvo são consumidores jovens e de repente “fala” para seniores está a perder força.
VII – Estabeleça uma estratégia para comunicar
Quando listar todos os meios de comunicação disponíveis –brochuras, redes sociais, imprensa, TV- e comparar com o tempo e orçamento disponível, verá como é uma tarefa difícil. Planear o seu marketing é importante para não desperdiçar recursos: tempo ou dinheiro – ou ambos.
VIII – Alimente o seu público
O marketing é tudo sobre criar e acarinhar um público: tal como a vinha, também os seus clientes precisam de atenção. Mantenha o contacto. Seja em provas, nas redes sociais, anúncios ou comunicados, crie um mundo onde os seus clientes gostem de viver.
IX – Seja flexível 
Saber ouvir os seus clientes e o mercado é fundamental. O mundo não pára e pode haver boas razões para corrigir o rumo. Em geral, tem de ser focado o suficiente para obter resultados, mas a estratégia não precisa ser escrita na pedra.
X – Seja paciente
Uma marca de sucesso não se faz de um dia para o outro. Exige tempo. Mas quanto mais história acumular, mais respeitada e valiosa se torna a marca. Como dizem os  Rothschild "O vinho é um negócio simples, apenas os primeiros 200 anos são difíceis."

Por: Rita Monteiro, Copywriter (redactora publicitária) da Wine & Shine na enovitis

0 comentários: