segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Confiar nos seus pontos fracos - Use as suas incompetências básicas

Nunca utilize um ponto fraco como uma razão para não confiar em si próprio.
 
Os vencedores não negam as suas falhas, e não permitem que elas os impeçam de agir. Podem sentir-se constrangidos ou assolapados por elas em determinados momentos, mas, mesmo assim, não se marginalizam nem a si nem ao problema. Nem tentam "ultrapassar"a sua "incapacidade". Gerem-na, integram-na, lidam com ela e não deixam que ela os iniba. Em muitos casos, essas "incapacidades" são encaradas como os alicerces da sua grandiosidade, do seu sucesso duradouro.

Como disse Sally Kempton "É difícil lutar contra um inimigo entrincheirado na sua mente".

Ao assumirem as suas dificuldades, os vencedores adquirem algo mais poderoso que a capacidade de aprender com os próprios erros ou de compreender o valor da persistência. E é algo mais do que apenas empatia. O dicionário Webster define empatia como "a atitude de compreender, estar consciente de, ser sensível a; conseguir experimentar os sentimentos, os pensamentos e as experiências de outra pessoa, passados ou presentes, sem que esses sentimentos, pensamentos e experiências tenham sido apresentados de modo objectivo e explícito".

Isto não reflecte a essência da questão. O conhecimento e competências que se adquirem através de experiências pessoais dolorosas parecem transcender a empatia. Os vencedores, que no inicio pensavam ter perdido a lotaria genética e sofrido devido a dificuldades de aprendizagem, acabam por descobrir que afinal ganharam um prémio: a descoberta de um talento especial e de um caminho inovador para se destacarem da multidão.

Este tipo de genialidade aparece camuflado numa de duas maneiras: como algo que lhe acontece e que, em si, não pode ser alterado - como é o caso da dificuldade de aprendizagem - ou como algo que você fez, correu mal e se tornou irreversível e que, de qualquer forma, a responsabilidade de lidar com isso é sua.

Os vencedores não desejam estes desafios potencialmente incapacitantes a ninguém. Se por acaso fizer parte da sua vida, procure o tesouro escondido, como escreveu o filosofo Joseph Campbell. Para a maioria das pessoas, é mais comum ficarem paralisadas do que fortalecidas por um falhanço retumbante. Mas, para os vencedores, pelo contrário, são, sem dúvida, as mais frequentes formas de dor as que produzem os resultados mais favoráveis na direcção de um sucesso duradouro.
  
in sucesso para durar

Artigos Relacionados:
Marketing Pessoal


0 comentários: