terça-feira, 20 de agosto de 2013

Brasil: Plano para a Oi vai convencer cépticos

Presidente-executivo da Oi, onde a PT tem 23,3%, disse à Bloomberg que o investimento não resolve por si só a qualidade do serviço. 

O plano de investimento previsto para a brasileira Oi, onde a PT tem uma participação de 23,3% terá a capacidade de converter os cépticos através da melhoria da qualidade do serviço e da redução do investimento, disse Zeinal Bava, presidente-executivo da brasileira e presidente da PT Portugal, em entrevista telefónica à Bloomberg.

A Oi apresentou prejuízos no trimestre, o que representou uma quebra de mais de 80% no resultado líquido, e cortou o dividendo de 2 mil milhões de reais para 500 milhões de reais, a pagar em Outubro.

"Um Capex de seis mil milhões de reais só por si não vai resolver os problemas de qualidade de serviço", disse Bava, em entrevista telefónica a partir do Rio de Janeiro. "Vamos fazer mais com menos dinheiro e por isso o capex no próximo ano será mais baixo. Não é só sobre quanto vamos investir mas como vamos investir, onde vamos investir e as melhorias nos processos".

A redução no investimento surpreendeu os analistas, devido à necessidade de modernização da infraestrutura para se manter competitiva. Mas o corte e a redução no dividendo vai ajudar a fortalecer o balanço da Oi, defendeu Bava.

"Temos uma equipa empenhada em executar o 'turnaround' operacional da Oi. O nosso plano é mudar o perfil de 'cash flow' da empresa, consolidar o modelo de negócio e melhorar a eficiência das operações e aumentar as receitas", concluiu Zeinal Bava.

in. economico.pt

0 comentários: