sexta-feira, 30 de julho de 2010

73.5% dos internautas nacionais acederam ao facebook

De acordo com o novo estudo da Marktest sobre redes sociais, no primeiro semestre do ano, três milhões de portugueses acederam ao Facebook a partir dos seus lares.
O estudo sobre redes sociais que a Marktest está a apresentar com base noNetpanel mostra que, nos primeiros seis meses de 2010, o Facebook liderou em todos os principais indicadores quando analisados os sites sociais.

Foram 3025 mil os residentes no Continente com 4 e mais anos que acederam a partir dos seus lares ao site do Facebook, um número que representa 73.5% dos internautas nacionais e 87.7% daqueles que navegaram em suas casas neste período.

Mas nem sempre foi o Facebook o líder entre os sites sociais. A preferência dos portugueses por este site veio a tomar fôlego em Outubro de 2009, quando o site liderou em tempo dedicado, ultrapassando o Hi5, que liderava até aí. Mas esta primazia apenas se consolidou em Janeiro de 2010, quando passou também a liderar em número de utilizadores únicos e em páginas visitadas.

Entre Junho de 2009 e Junho de 2010, o Facebook quase quadruplicou o número de utilizadores únicos e aumentou mais de vinte vezes o número de páginas visitadas e o tempo de acesso.

O Hi5, pelo seu lado, assistiu a uma quebra nestes três indicadores, baixando 28.5% no número de utilizadores únicos, 63.8% nas páginas visitadas e 62.1% no tempo de acesso entre aqueles dois momentos.

fonte: mktportugal.com

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Nova campanha Grant’s oferece camarote

Nova campanha Grant’s oferece camarote num estádio à escolha

A Grant’s acaba de lançar a sua campanha de Verão, que dá aos consumidores a hipótese de concorrer a um camarote, durante uma época, num clube de futebol à escolha.


A acção é válida de 1 de Julho a 15 de Setembro, na compra de uma garrafa de Grant's Family Reserve ou Grant's 12 Anos, e para participar, os consumidores deverão guardar a prova de compra e após efectuar o pagamento, enviar um SMS por cada garrafa comprada, com a palavra GRANTS para o número 68630.

Fonte: dne/briefing

Cinco dicas para melhores resultados do upselling no call-center - Dica I


Existem barreiras estruturais que impedem o sucesso do upsell ou cross-sell. Se o call-center dá prioridade ao tempo médio de atendimento, os seus assistentes comerciais se sentirão inibidos em partir para uma venda, pois a venda necessita de tempo. A lógica é simples. Quando os assistentes se deparam com dois objectivos que entram em conflito - tempo médio de atendimento ou uma venda -, a maioria dos agentes – principalmente de operações receptivas – acaba por optar ficar dentro do tempo, por considerar uma métrica mais segura de ser cumprida. Porém, existem também entraves relacionados ao tipo de abordagem, que acabam por enfraquecer qualquer hipótese de um “sim”. Acompanhe a seguir alguns passos que podem aumentar os seus indicadores de upsell.

1 – Implemente um programa que dê capacidade e que incentive o call-center a atingir altos níveis de performance


Alguns call-centers vislumbram o upselling apenas como uma pergunta a ser feita. Mas todo o sucesso remanesce em como essa pergunta será feita. É preciso um certo grau de efectividade e propriedade na abordagem. Não é tanto uma questão de perguntar se o cliente deseja mais “alguma coisa”, mas sim de como fazer essa pergunta. E ainda, para contar pontos aos assistentes que tentam o upsell é preciso métricas que os recompensem mesmo se a venda não se efectivou. Muitos supervisores, entretanto, pontuam apenas porque o assistente perguntou – cumpriu o seu papel, sem considerar o quanto sagaz foi na tentativa.