quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Portugal vai ter vídeo em papel

Jornais, revistas, brochuras e livros vendidos em Portugal vão passar a ter acesso a uma tecnologia que permite visualizar clips de vídeo… em edições de papel.
A tecnologia Video In Print (VIP) encontra-se disponível comercialmente nos Estados Unidos desde Setembro, mas a partir desta semana passará a estar acessível também a publicações distribuídas em território nacional, avança a agência Lusa.
Trata-se de "um ecrã com dois milímetros de espessura que pode ser incorporado no meio de uma folha de jornal ou revista ou numa brochura ou livro", explica a mesma fonte.
O ecrã é recarregável por via de uma ligação USB e permite ver um vídeo de até 120 minutos - com imagens que acompanhem uma reportagem, anúncios publicitários ou apresentações de produtos, por exemplo.
Quando foi lançado nos EUA - acompanhado de uma grande campanha conjunta da CBS e da Pepsi na revista Entertainment Weekly - o serviço registou uma "reacção brutal" por parte do público, disse à Lusa a Ana Santana Lopes, a editora executiva da Pixel, que vai comercializar a novidade em Portugal.
A responsável realçou ainda a possibilidade do anúncio ser acompanhado de cheiros, texturas ou sabores, destacando o carácter inovador desta última: funciona através de umas tiras de papel, que vêm numas saquetas e que quando colocadas na boca se desfazem permitindo sentir o gosto do produto.
Menos apelativo poderá ser o custo da adopção deste tipo de soluções, admite a responsável, embora se tenha escusado a falar em valores. Ainda assim, afirma que existem já "várias" empresas interessadas, em "áreas como a comunicação, grande consumo e sector automóvel".
 
In: Tek.Sapo

0 comentários: