quarta-feira, 3 de setembro de 2008

5 Maneiras fáceis de acabar despedido - Parte II


3. Contradizer o chefe
em público

Pense que o seu chefe cometeu um erro crasso ao fazer uma apresentação. Será que você deve corrigi-lo nesse momento, pensando que ele vai agradecer por chamá-lo a atenção para o erro á frente de todos?

Claro que não.

Você dificilmente será bem visto, se corrigir o seu chefe em público. O mais provável é que ele fique aborrecido por fazer papel de “idiota” e talvez até queira saber por que você não detectou o erro antes da apresentação.

Em que circunstâncias você pode contradizer o seu chefe em público com segurança? Apenas consigo pensar em duas, neste momento.
Se o edifício estiver a arder e o chefe indicar a saída errada para os outros colegas, provavelmente você poderá corrigi-lo com poucas consequências.

Se o seu chefe achar que cometeu uma falha, mas não cometeu, você pode falar – quanto mais alto melhor, nestas situações - . Por exemplo, o seu chefe refere qual a sua opinião sobre o fornecedor correto de qualquer produto ou serviço, mas de seguida diz: “Desculpem, enganei-me”, você aqui pode dizer, sem qualquer problema: “Não, chefe, você estava certo”. Não é todos os dias que você tem uma oportunidade destas, portanto, aproveite.


Isto claro, infelizmente é a verdade que encontramos numa grande maioria das empresas em Portugal, onde se tentar contrariar o seu chefe é “despedido sem apelo nem agravo”.

P.s – Eu antes de liderar uma equipa onde trabalho, tive vários chefes (neste momento tenho como chefe "só" a administração da empresa) e senti isto na “pele”, talvez seja a razão para que tente ser um pouco melhor, no mínimo.

4. Cometer erros sociais graves num evento da sua empresa
Sim, haverá comida e principalmente bebida na festa. Não se acanhe, coma e beba, mas, por favor, não fique colado á mesa da comida ou encostado ao balcão. Independentemente de estar certo ou errado, as pessoas vão reparar e comentar se você exagerar. Uma boa ideia é comer alguma coisa antes da festa para não parecer que não come á 2 ou 3 dias, quando chegar á festa.

Tenha muito cuidado se houver bebidas alcoólicas (muito mesmo), você sabe o que pode acontecer se beber demais, ninguém é diferente e pode inconscientemente pensar que está tudo bem (como diz o meu amigo Vasco “tudo controlado”), mas todos sabemos que quem não bebeu, “topa” á distância que estamos alcoolizados, o que nos pode levar a cair em descrédito.

Nestes casos, junte um grupo amigos e beba depois da festa noutro local, alheio á imagem da empresa. Se levar um convidado, peça-lhe que tome cuidado com as palavras. Você não vai quer que ele diga ao seu chefe: “Você não é tão careca como ele diz” ou pior “bem o chefe deste meu amigo é um gajo insensível, bruto e mesmo parvo, com cada coisa que eu sei dele”, quando o seu amigo por momentos que se encontra sem si por perto, por azar começou a conversar com o seu chefe (acontece mais facilmente do que pensa) acredite.


Não perca amanhã a 3ª e última parte, deste artigo. Espero pela sua visita e pelos seus comentários…

0 comentários: