terça-feira, 15 de julho de 2008

Serviços de suporte do produto - Parte VIII


Natureza e importância da distribuição e logística de marketing.

A distribuição e/ou logísica de marketing envolve planear, implementar e controlar os fluxos de materiais, bens de consumo final e informação relativa a pontos de origem e pontos de consumo, permitindo assim conhecer melhor o que o consumidor quer. Em resumo, envolve colocar o produto certo para o consumidor certo no lugar certo no tempo certo. Assim o trabalho do gestor de logística consiste em coordenar todo o sistema de distribuição desenvolvendo actividades como previsão, compra, planear toda a produção, processar ordens (compra e venda), realizar inventários desenvolver planos de armazenamento e transporte.


As empresas colocam grande ênfase na logística devido a:

A satisfação e o serviço ao consumidor são a finalidade de todo o plano de marketing. As empresas tentam manter o maior número de consumidores oferecendo-lhes entregas rápidas, o melhor serviço ou preços mais baixos e para isto contam com uma logística eficiente. A logística constitui o maior custo da maioria das empresas. Más decisões logísticas resultam em custos superiores ao mesmo tempo que aumentos de eficiência provocam baixas de custos, tanto para a companhia como para os seus clientes. A explosão de uma grande variedade de produtos faz com que a logística tenha cada vez mais importância.


O aumento das tecnologias da informação permitiu criar oportunidades de ganhos em eficiência. O aumento do uso de computadores, de terminais de ponto de venda, códigos de produtos uniformizados, e muitos outros permitiu às empresas criar sistemas avançados de controlo de inventário, de processamento de ordens, de rotas de transporte, entre outros.


Objectivos dos sistemas de logística

O ponto de partida de uma empresa para desenvolver o seu sistema de logística é as necessidades dos consumidores. O objectivo de um sistema de logística consiste em maximizar o serviço prestado ao consumidor e ao mesmo tempo minimizar os custos de distribuição. Maximizar o serviço prestado ao consumidor implica entregas rápidas, grandes inventários, políticas de devoluções liberais, etc. Em contraste minimizar os custos consiste em entregas lentas, inventários pequenos e grandes lotes. O objectivo da logística consiste assim em escolher qual o melhor nível de serviço ao consumidor ao menor custo possível.


Funções mais importantes da logística

1.Processamento de ordens

A empresa recebe ordens por telefone, e-mail, correio, etc. Depois de recebidas tem que as processar rapidamente de modo a que tanto a empresa como os seus clientes ganhem com a transacção.


2.Armazenamento

O armazenamento é preciso porque os ciclos da produção e do consumo nem sempre coincidem. As empresas têm assim que decidir quantos e de que tipo de armazéns precisam bem como a sua localização. Por vezes as empresas recorrem a centros de distribuição (Grandes, muito automatizados e desenhados de modo a receber bens de várias fábricas e fornecedores, recebem ordens, processam-nas de uma forma eficiente e entregam os bens ao consumidor o mais rápido possível).


3.Inventário

O grande problema do inventário é saber se está com demasiado ou com pouco inventário. Demasiado inventário resulta em custos e obsolescência de stocks, mais do que o necessário. Pouco inventário pode levar à não satisfação do cliente uma vez que a sua encomenda não foi satisfeita a tempo, levando também ao aumento de custos de transporte de “emergência” e a perda de clientes para a concorrência. A gestão de inventário tem assim que fazer o balanço entre os custos inerentes a um inventário maior contra as vendas e lucros daí provenientes.


4.Transporte

As decisões de transporte têm um grande impacto nos custos de logística. Esta escolha afecta os preços dos produtos, a performance da entrega e a condição dos bens aquando da sua chegada.

Estrada – os camiões são muito flexíveis em termos de rota e tempos.

Caminho de ferro – são uma forma de enviar grandes quantidades de produtos sobre grandes distâncias a um custo mais baixo.

Água – em países que tenham uma grande costa e canais internos esta é uma forma com custos baixos de enviar mercadorias. Mas só para produtos de baixo valor, não deterioráveis já que este meio de transporte é um pouco lento.

Condutas – são meios especializados de transporte, por exemplo de petróleo, gás natural.

Ar – é usado para transportar produtos de pequenas dimensões, de grande valor e que não se deteriorem. Este meio de transporte é o ideal para quando se quer rapidez. O transporte aéreo permite às empresas reduzir o nível de inventário, custos de embalagem e o número de armazéns necessários.

A escolha do melhor meio de transporte para um determinado produto passa por escolher entre: velocidade, custo, capacidade, dependência e disponibilidade.


Desenhar canais de distribuição internacionais

Desenhar canais de distribuição internacionais é uma tarefa bastante complexa já que cada país tem o seu sistema de distribuição, que vai tendo ao longo do tempo mudanças muito lentas. Por exemplo o Japão, que possui um sistema de distribuição bastante complexo, com inúmeros intermediários onde é difícil penetrar. Já a China e a Índia, apesar de serem muito populosos, é muito difícil abranger toda a população, atingindo-se apenas uma pequena parcela que vive nas grandes cidades. Assim se vê que desenhar um canal de distribuição internacional é uma tarefa muito complicada.



0 comentários: