sexta-feira, 4 de julho de 2008

Aprenda a fazer benchmarking em 6 passos - Passo 2

Passo 2 - Aprender os princípios do benchmarking

O benchmarking assenta nos seguintes princípios:


Reciprocidade:

O benchmarking baseia-se em relações recíprocas. Quando solicitamos informações a uma empresa comprometemo-nos automaticamente a facultar as nossas informações. É como uma rua de dois sentidos na qual todos os intervenientes beneficiam da partilha de informação. Este processo, no entanto, deve ser precedido de uma negociação sobre os limites e as especificidades da troca de informações.


Analogia:

Para produzir resultados eficazes, torna-se necessário manter uma analogia com os métodos da nossa empresa. Ou seja, às equipas de benchmarking é exigido que saibam adaptar os processos da organização estudada (que utiliza processos distintos) à respectiva organização que faz o benchmarking.


Medição :

Os sistemas de medição, assim como as ferramentas utilizadas na análise dependem dos indicadores seleccionados pelas empresas que partilham o estudo. Deve ter-se sempre em conta que o benchmarking é uma comparação de desempenho entre empresas.


Validação:

As equipas de benchmarking devem validar os seus estudos por métodos estatísticos, sob pena de colocarem em causa as conclusões dos dados recolhidos. A mera intuição ou as suposições não constituem métodos fiáveis de análise.


Lembre-se de amanhã ler o passo seguinte...

0 comentários: